Flores comestíveis

Atualizado: 14 de abr. de 2021


Há uma grande variedade de flores que se comem. No entanto, é importante saber que nem todas as flores são comestíveis! Aprenda a distingui-las e inove na criação dos seus pratos. As flores são usadas na culinária há milhares de anos. Orientais, Romanos e até os povos do Mediterrânico as utilizaram, tanto para dar sabor a pratos como ornamento, conferindo um colorido especial à refeição. A nouvelle cuisine usa flores nas suas composições e muitas pessoas julgavam-nas apenas decorativas. No nosso país, as flores comestíveis têm pouca tradição, ao invés de países como a França, a Itália ou o Japão. Actualmente em Portugal, o interesse nas flores comestíveis é visto como uma tendência, uma moda que torna os pratos mais exóticos e visualmente mais atraentes. Na verdade, tal como as folhas e as raízes, as flores de algumas plantas são comestíveis. Aliás, muitas delas são espécies de flores que habitualmente usamos na decoração. Normalmente são usadas frescas na alimentação, mas também podem ser conservadas, em especial secas, cristalizadas, congeladas ou mantidas em óleo.


As flores comestíveis são usadas na elaboração de bebidas, xaropes, geleias, compotas, saladas, sopas, sobremesas, pães, bolos, como acompanhamento ou até como prato principal. Podem ainda aromatizar licores, vinagre, azeite e óleos.


Mas atenção, é preciso ter presente que nem todas as flores são comestíveis, sendo que algumas espécies podem ser tóxicas. Saiba também que as flores utilizadas na alimentação não se compram nas floristas nem em centros de jardinagem, pois estas são cultivadas com pesticidas e outros produtos químicos prejudiciais à saúde! Não as apanhe à beira das estradas nem em outras zonas poluídas. Aliás, colher flores comestíveis na natureza é uma tarefa apenas para especialistas! Pode adquiri-las em lojas gourmet, a agricultores especializados ou até cultivar o seu próprio jardim. Porém, já é possível encontrar flores comestíveis em alguns supermercados na secção dos legumes. Existem, ainda, misturas de flores secas que podem ser também ser utilizadas. Em qualquer dos casos, dê preferência às de agricultura biológica.



Consulte a página de Produtos da quinta, secção de Flores Comestíveis para verificar as variedades flores comestíveis que produzimos e comercializamos em modo de produção biológico na Brotos de Samambaia. https://www.brotosdesamambaia.com/flores-comestiveis




Exemplos de espécies comestíveis


  • Abóbora e Courgette – deve retirar os estames para que fiquem mais saborosas. Utilizadas em saladas e sopas.

  • Açafrão – podem ser usadas em molhos, na confeção de arroz e carnes.

  • Amor-perfeito (Viola tricolor) - pode ser usado em saladas e em sobremesas. É conhecido pelas suas propriedades diuréticas.

  • Flores de borragem (Borago officinalis) - as suas flores frescas azuis são usadas em saladas, bolos e sobremesas.

  • Calêndula (Calendula officinalis) - possui um sabor ligeiramente amargo, lembrando o açafrão, pelo que é usada em pratos de arroz, peixe, sopa, queijos ou omeletas. É muito usada como corante alimentar.

  • Camomila – decoração de pratos e saladas.

  • Capuchinha ou chaga (Tropaeolum majus) - possui um gosto levemente picante que faz lembrar o agrião; é das flores comestíveis mais conhecidas.

  • Cebolinho – as flores do cebolinho podem ser utilizadas em saladas e na confeção de azeite ou vinagre aromático de cebolinho.

  • Cravina – as flores podem ser utilizadas em saladas, torta de frutas, sanduíches, e ainda para aromatizar vinagres, açúcar e vinho. Quando açucaradas, podemos enfeitar bolos. O corante extraído é muito usado em confeitaria.

  • Girassol – os botões florais são cozidos, servidos como espargos, e as flores em saladas.

  • Jasmim – flores utilizadas em infusões, sobremesas, pratos orientais, caril e molhos.

  • Limonete – flores utilizadas em recheios, temperos, conservas, licores e sobremesas.

  • Lavanda – utilizada na confeção de bolos, biscoitos, geleias e outras sobremesas. Pode ainda ser usada para aromatizar vinagre.

  • Murta – as suas pétalas podem ser usadas em salada de fruta.

  • Sabugueiro – a sua flor é essencialmente medicinal e a sua infusão é conhecida por ter poder anti-inflamatório e diaforético. Usadas também em licores e vinagres.

  • Salva-ananás – flores adocicadas e aroma a ananás, utilizada em doces, saladas, batidos e gelados.

  • Rosas (várias espécies) - as pétalas de rosa têm variadas utilizações: são usadas em infusões, conservas, sobremesas e conferem um sabor suave a pratos fritos.

  • Tomilho – flores podem integrar a decoração de bolos e saladas.

  • Violeta (Viola odorata) - possui um sabor doce e perfumado; fresca é usada em saladas; quando cristalizada é usada na doçaria.

Outras ainda são a acácia, anis, alfazema, begónia, dália, gerânio, jacinto, jasmim, magnólia, margarida, malva, papoila, tulipa, entre muitas outras. Aproveite a Primavera e ouse experimentá-las nas suas preparações culinárias tornando-as irresistíveis!

Deve retirar os pistilos e estames. Deve ainda escolher a flor de acordo com o prato, pois algumas possuem um sabor mais amargo, enquanto outras são mais doces.


Como sugestão, aqui fica um link para uma receita de de Flores de Curgete fritas com geleia real e sumac, acessível na 24 Kitchen. https://www.24kitchen.pt/receita/flores-courgette-fritas-geleia-sumac



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo